Notícias periódicas da ISOC: Dispositivos de IoT podem colocar em risco a privacidade de dados

Uma verdadeira dor de cabeça com a privacidade: de acordo com um estudo recente apresentado no Vice.com, os dispositivos da IoT expõem potencialmente as informações do consumidor a terceiros. Muitos dispositivos IoT recolhem e partilham uma grande quantidade de informações, incluindo o endereço IP, hábitos de uso e dados de localização e esses dados são geralmente partilhados com partes terceiras, especialmente em listas de dispositivos potencialmente atacáveis.

Objeções de criptografia: segundo este relatório da Broadcasting e Cable diversos operadores comerciais na Internet, repudiam publicamente um plano da Google para a criação de uma nova forma de tratamento criptográfico das pesquisas de nomes de domínio no seu navegador Chrome e no seu sistema de operação Android. Esse plano daria à Google demasiado poder, comunicaram esses operadores aos legisladores dos EUA.

A caminho do campo: segundo o WindowsCenteral.com, a Microsoft e a Nextlink Internet divulgaram um plano para levar a banda larga a milhões de pessoas que vivem em zonas rurais dos EUA. O objetivo da Microsoft Airband Initiative é estender o acesso em banda larga a mais de 3 milhões de residentes americanos sem acesso até meados de 2022, com mais áreas cobertas até 2024.

O FBI quer acesso privilegiado: O FBI (EUA) tentou convencer a empresa de telefonia cifrada Phantom Secure a criar um backdoor, de forma a poder espiar o cartel de drogas de Sinaloa, noticiou a Vice.com. A empresa foi acusada de fornecer serviços a criminosos. No início de 2018, o FBI prendeu o CEO da empresa e mandou encerrá-la.

Noticias elaboradas a partir de https://www.internetsociety.org/gblog