Notícias periódicas da ISOC: Nova lei chinesa regula criptografia

Regulamentação da utilização da criptografia: a Reuters relata que uma nova lei na China regula o uso da criptografia e visa fortalecer a sua utilização em diversas situações. Segundo a agência de notícias oficial Xinhua, a lei tem como objetivo auxiliar o desenvolvimento de uma moeda digital na China para “facilitar o desenvolvimento dos negócios de criptografia e garantir a segurança do ciberespaço e das informações”. A Engadget diz que essa lei também prevê que todos os segredos de Estado sejam armazenados e transmitidos usando criptografia “central e comum”.

Criar sua própria rede: o Canon City Daily Record informa que algumas comunidades rurais do Estado do Colorado nos EUA,  estão cansadas de esperar que grandes provedores de banda larga ofereçam serviços; no entretanto, passaram a preferir procurar subsídios ou formação via  parcerias para construir suas próprias redes. Subsídios vindos do Estado, ou da Comissão Federal de Comunicações, estão a ajudar essas comunidades a construir suas redes de fibra.

Câmaras de vigilância não tão seguras: o Salon informa que a Wyze Labs, fabricante de uma linha de cameras de segurança ligadas à Internet das coisas (IoT), anunciou uma violação de dados que afeta 2,4 milhões de clientes. A violação de dados incluía detalhes da rede WiFi e endereços de e-mail do cliente. As câmaras de vigilância não parecem ter sido comprometidas, mas os endereços de email comprometidos podem levar a violações de dados do cliente, observa a história.

Regras de segurança:  a Technowize relata que uma nova lei de segurança da IoT da Califórnia entrou em vigor no dia 1 de janeiro. Essa lei exige que os fabricantes de IoT tomem medidas de segurança “razoáveis”, o que quer que isso signifique. Embora a lei seja muito vaga, ela incide em fechar senhas padrão em dispositivos conectados.

Regras de privacidade:  para além da lei de segurança da IoT, a Lei de Privacidade do Consumidor da Califórnia também entrou em vigor no 1º de janeiro. Segundo o  The Verge,  ainda há questões em aberto sobre conformidade, mas a lei exige que as empresas divulguem como usam as informações pessoais dos clientes, e permite que os clientes solicitem às empresas que excluam os seus dados. Dado que esta lei se aplica a qualquer empresa que faça negócios significativos na Califórnia, a mesma deverá tornar-se uma norma nacional nos EUA.

Adote estas seis ações para proteger a criptografia e a si próprio.

Termo de responsabilidade:  os pontos de vista expressos neste post são da inteira responsabilidade dos autores originais em https://www.internetsociety.org/blog e podem ou não refletir as posições oficiais da Internet Society ou do seu Capítulo Português.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *